Header Ads

Centro universitário é multado por fazer venda casada

Universitários inconformados por não poderem escolher seus fotógrafos para a tão sonhada “Colação de grau”, denunciaram o centro universitário Estácio.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Logo após receber as denúncias o Procon Manaus autuou na manhã desta sexta-feira, 28/2, o centro universitário por provável venda casada.

Conforme o advogado Dr° Giovanni Tavares, relata que a venda casada ocorre quando um consumidor quer adquirir um produto ou serviço específico.

Mas o estabelecimento ou determinada empresa, assim como prestador de serviços induz ou condiciona a venda dele à contratação de outro produto ou serviço não desejado inicialmente, de uma forma forçada.

“É uma prática indutiva, abusiva e que ofende os direitos do consumidor.” relata.

De acordo com relatos a instituição, localizada na Av. Constantino Nery, na Zona Centro-Sul, estava impondo aos alunos a contratar os próprios serviços fotográficos para registro da cerimônia de colação de grau dos bacharéis.

A Equipe de Fiscalização, autuou o centro universitário por prática abusiva, garantindo assim que os alunos pudessem ter a liberdade de escolha em contratar os serviços fotográficos mais adequados para suas necessidades.

Postar um comentário

0 Comentários